Balancete 2018

No ano de 2018 foi mantida a tendência de redução do número adoções, provocadas pelos problemas com a economia e, mais diretamente relacionada ao nosso público, com a quantidade de feiras de diversas ONGs realizadas com intervalos semanais na nossa área de atuação.
Nada contra, afinal todos estão fazendo o que podem para ajudar os animais, mas é natural que numa área restrita de atuação, a oferta permanente de animais para adoção, tende a saturar a demanda.
O efeito no nosso trabalho, é que a quantidade de animais alojados nos lares temporários dos nossos voluntários, é permanentemente alta, quase não havendo rotação.
Dessa forma as nossas despesas de manutenção para compra de rações, medicamentos e vacinas, crescem muito estando cada vez mais difícil manter o equilíbrio financeiro.
Nós não temos nenhum tipo de despesa administrativa ou com pessoal que nos ofereça possibilidades de redução.
O que tem nos ajudado a manter o equilíbrio, é o aumento da receita que vimos obtendo com as vendas no Bazar/Brechó instalado em loja cedida gratuitamente por um dos apoiadores de nosso trabalho, onde vendemos objetos, roupas e acessórios recebidos em doação, e que é operado pelos próprios voluntários nos dias em que é possível a qualquer deles ter disponibilidade de tempo, além das feiras, do trabalho para cuidar dos animais e de realizar todas as tarefas que nos são exigidas na nossa vida pessoal.
Um ponto muito positivo nesse ano foi o resultado que obtivemos na divulgação do nosso trabalho nas redes sociais e na internet através do nosso site que foi totalmente reformulado.
Hoje nossas paginas no Facebook e Instagram atingem mais de 100.000 pessoas todas as semanas.