Controle de população de animais de rua

A única e reconhecida forma de controlar o crescimento da população de animais de rua é a da esterilização dos animais adultos.

Poucos, no entanto, são os governos em quaisquer das esferas que têm politicas ou diretrizes voltadas para essa atividade.

Na região serrana do Rio, mais especificamente em Itaipava aonde atuamos, esta tem sido sempre uma preocupação da ONG em que trabalhamos, o GAPA ITAIPAVA. Infelizmente, os recursos com que contamos, todos advindos de contribuições, não são suficientes para fazer um trabalho maior, mas mesmo com as dificuldades que temos, é perceptível ao longo dos anos o resultado de nosso trabalho, havendo relativamente poucos animais perambulando pelas ruas, sendo fácil explicar o porque:

Uma cadela ou uma gata aos 8 meses, adquire capacidade reprodutiva, sendo que em uma ano uma cadela é capaz de produzir duas ninhadas com 5 a 6 filhotes, enquanto que a gata produz no mesmo intervalo de tempo até três ninhadas com 4 a 5 filhotes. Essa conta nos conduz ao fim de dois anos a uma quantidade impressionante de cerca de 50 filhotes, entre cães e gatos que deverão ser postos na rua, passando por fome e maus tratos, somente vindos de uma cadela e uma gata.

Esterilizar essa cadela e essa gata sairia por menos de R$ 600, aos custos que temos, mesmo considerando aí que teríamos que recolher, transportar, medicar antes de devolvê-las a seus locais de origem, em geral comunidades carentes em que as pessoas deixam seus animais vagarem livres.

Por isso lançamos uma campanha para arrecadar fundos com esse objetivo, e se você quiser nos ajudar a impedir que 50 mais filhotes venham a passar por esse tipo de problema, colabore, acessando a pagina do GAPA no Facebook para ajudar e compartilhar, é muito fácil fazer, tenha certeza de que bem mais do que recolher esses filhotes.

Obrigado,

Autor: Carlos Fernando C. Motta